Colite e retocolite ulcerativa

Colite ou retocolite

ulcerativa

A colite ulcerativa ou retocolite ulcerativa é uma doença inflamatória intestinal que acomete o intestino grosso, e se caracteriza por inflamação e ulceração da camada do intestino.

Os sintomas e a intensidade, varia caso a caso, mas incluem caracteristicamente diarreia, sangramento retal, e dor abdominal.

A colite ulcerativa afeta apenas o cólon. A inflamação é máxima no reto e estende-se até o cólon de modo contínuo, sem nenhuma área de intestino normal poupada.

 

Fatores de risco para

colite ulcerativa

Não se sabe a causa exata da doença, mas sabe-se que alguns fatores

podem interferir, como:

  • Idade – pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais frequente entre a segunda e terceira década de vida;
  • Histórico familiar – ter um parente próximo com a doença, como pai ou irmão, também aumenta o risco.

 

Sinais e sintomas da

colite ulcerativa

Os sintomas da colite ulcerativa podem variar de acordo com a gravidade da doença e a região afetada. Mas, em geral, são os seguintes:

  • Diarreia muitas vezes com sangue ou pus;
  • Dores e cólicas abdominais;
  • Anemia;
  • Fadiga;
  • Perda de peso;
  • Baixo desenvolvimento infantil;

Existem períodos com sinais e sintomas mais visíveis e outros sem, quando a retocolite ulcerativa entra em remissão. Se você tem um ou mais dos sintomas acima, não significa que seja a doença. Procure um médico, só ele pode fazer o diagnóstico correto e indicar a melhor tratamento para o seu caso.

 

Diagnóstico da colite

ulcerativa

Os sinais e sintomas da retocolite ulcerativa são muito parecidos com os de outros problemas de saúde. Isso pode dificultar e atrasar o diagnóstico e agravar a doença. Para fazer o diagnóstico da colite ulcerativa, o médico precisa analisar o relato da pessoa, o histórico familiar, fazer um exame físico no consultório e pedir alguns exames complementares, que podem ser:

  • Exame de fezes;
  • Exames de sangue;
  • Exames de imagem;
  • Colonoscopia – permite visualizar o cólon inteiro e identificar inflamações;
  • Biópsia – uma amostra do tecido do cólon é retirada para análise em laboratório de alterações que confirmem o diagnóstico de colite ulcerativa;
  • Retossigmoicospia – parecido com colonoscopia mas mostra apenas a parte final do intestino grosso

 

Tratamento para colite

ulcerativa

O objetivo do tratamento para colite ulcerativa é diminuir a inflamação, controlar os sintomas e permitir que as pessoas tenham uma boa qualidade de vida. Pode incluir:

Medicamentos - reduzem os sintomas e as inflamações do cólon. Os medicamentos variam conforme a gravidade da doença e só devem ser usados com a indicação do médico. Podem ser:

- Corticoesteroides

- Imunossupressores sintéticos convencionais e alvo específico

- Medicamentos biológicos

- Antibióticos podem ser necessários por alguns períodos

- Cirurgia pode ser necessária para alguns casos

O tratamento para retocolite ulcerativa, é individual, cada pessoa responde de uma forma diferente. Converse com o médico sobre as opções de tratamento para que ele indique a melhor para o seu caso.

 

Referências

- Sobre Colite Ulcerativa. ABCD. Acesso em 10/12/2020, disponível em

https://www.abcd.org.br/sobre-a-colite-ulcerativa/

- Feuerstein JD, Moss AC, Farraye FA. Ulcerative Colitis. Mayo Clin Proc. 2019 Jul;94(7):1357-1373. doi: 10.1016/j.mayocp.2019.01.018. Erratum in: Mayo Clin Proc. 2019 Oct;94(10):2149. PMID: 31272578.

- Feuerstein JD, Cheifetz AS. Ulcerative colitis: epidemiology, diagnosis, and management. Mayo Clin Proc. 2014 Nov;89(11):1553-63. doi: 10.1016/j.mayocp.2014.07.002. Epub 2014 Sep 8. PMID: 25199861.

 

 

PP-PFE-BRA-3223